COMPARTILHE

segunda-feira, 16 de março de 2009

plano de aula para o primeiro dia do projeto "o circo".

Segunda-feira, 16 de março de 2009.

Rotina: chamada e calendário.

Rodinha:

Conversa informal sobre o circo;
Mostrar um cartaz ilustrado com um cenário do circo;
Questionar os alunos sobre o tema: quem já foi ao circo? O que mais gosta de assistir no circo? Quais os profissionais existentes no circo? No circo em que você foi havia animais? Quais? O que eles faziam? Vocês acham certo agredirem os animais?

Atividade – hora do conto.
Material: fichas com os personagens.
No momento que contar a história ir mostrando as fichas.


O aniversário do palhaço.


Faísca era um palhaço muito engraçado que vivia em um circo da cidade.
Ele fazia muitas palhaçadas para divertir a criançada: virava cambalhota, equilibrava argolas e sabia mágicas também.
Ele tinha muitos amigos, além do público, é claro. O engolidor de espadas, o mágico, o domador de leões, a bailarina, o homem do algodão-doce, o pipoqueiro. Todos gostavam do palhaço Faísca e de suas palhaçadas.
Quando o domingo chegou, o mágico trouxe a boa notícia: era dia de aniversário no circo. Era o aniversário do palhaço Faísca! Todos ficaram animados e começaram a combinar uma festa-surpresa para ele.
Então ficou acertado que durante o espetáculo daquela tarde, eles iriam comemorar. Quando Faísca entrou no picadeiro, a criançada logo começou a gritar:
- Palhaço Faísca pula, rola e pisca! Palhaço Faísca pula, rola e pisca!
E o palhaço começou seu show: subiu feito foguete na tromba do elefante, pulou na tina de água, rolou na bacia de farinha e engoliu uma régua inteirinha! Virou cambalhota no ar, rodopiou no meio do picadeiro, dançou rock de guarda-chuva e assustou o pipoqueiro. Soltou fogo pela boca, imitando um dragão, equilibrou 20 pratos, 15 copos e 2 maçãs com uma só mão!
A garotada ria a valer. Faísca era muito legal. Faísca era sensacional!
De repente, os tambores começaram a rufar. A garotada se calou. O que iria acontecer?
Foi aí que o domador de leões, a bailarina, o mágico, o engolidor de espadas, o homem do algodão doce e pipoqueiro entraram no picadeiro com seus presentes. Atrás deles, via-se um enorme bolo de chocolate com velas acesas.
E quando a turma começou a cantar "Parabéns a você", Faísca começou a chorar de emoção. Chorou tanto que suas lágrimas de palhaço inundaram o picadeiro. Daí, os balões coloridos começaram a cair sobre o público. Eram verdes, azuis, amarelos e vermelhos. Faísca não perdeu tempo com o choro e resolveu fazer palhaçada: com um grande alfinete começou a estourá-los. Foi uma farra geral.
Que aniversário sensacional!
Flávia Muniz


Os personagens para fazer as fichas:














Atividade – construção de um cartaz: Aniversário do palhaço.
Materiais: papel pardo, muc, fichas dos personagens para colorir (usar os mesmos desenhos das fichas).
Em um papel pardo, já com o desenho do circo, os alunos, após colorir os personagens e recortar, irão colá-los montando e enfeitando a cena do aniversário do Palhaço, em seguida fixá-lo na parede.



Atividade – cineminha: Dumbo.
Material: DVD do desenho do Dumbo e aparelho de TV.
Assistir o desenho do Dumbo e após questionar os alunos, em relação aos personagens, os animais, e a história.


Terça-feira, 17 de março de 2009.

Rotina: chamada e calendário.

Rodinha: conversa informal sobre o filme Dumbo assistido na aula anterior. Questionar os alunos:
Do que se tratava a história?
Quais os personagens do filme?
Quem era Dumbo? Como ele era? Quem o trouxe para mamãe?
O que aconteceu com Dumbo e a mamãe quando o circo foi inaugurado?
Por que prenderam a mamãe de Dumbo?
Com quem Dumbo ficou? Ele arranjou algum amigo? Quem?
O que Dumbo aprendeu a fazer?
Como terminou o filme?


Atividade: distribuir folhas com o desenho do personagem Dumbo tomando banho, onde os alunos terão que colorir e colar bolinhas de papel crepom nas bolinhas de sabão.



Brincadeiras:

1. Trabalhando o equilíbrio. O Malabarista - Fazer traços diferenciados no chão: retos, ondulados, curvas, círculos e outros. A proposta é as crianças brincarem de andar em cima do risco em diferentes posições como: na ponta dos pés, apenas com os calcanhares, com as mãos na cabeça, com as mãos na cintura, segurando um copo d’água, etc – sem sair de cima dos riscos.

2. Exercício rítmico. A Bailarina - A proposta é conforme a professora for lendo o texto às crianças devem executar os movimentos citados. Em um segundo momento, colocar em aparelho de som uma música a escolha da professora, sugerimos instrumental, para que as crianças dancem, ritmicamente, livremente.

Um passo pra cá...
Um passo pra lá...
Correndo pra frente e voltando ao lugar,
Palminhas vou bater,
Um pulo eu vou dar,
Uma roda bem bonita,
Rodando com os amigos,
Rodando no próprio lugar.

3. Música: O palhacinho ( Patati Patata).
O palhacinho.
Vou contar a história
Do palhacinho Pimpom
Era um palhaço engraçado
Que só mexia com a mão
Trá, Lá, Lá, Lá, Lá, Lá,
Trá, Lá, Lá, Lá, Lá, Lá,
Era um palhaço engraçado
Que só mexia com a mão.
É parecida a história
Do palhaço Zezé
Era um palhaço engraçado
Que só mexia com pé
Trá, Lá, Lá, Lá, Lá, Lá,
Trá, Lá, Lá, Lá, Lá, Lá,
Era um palhaço engraçado
Que só mexia com o pé.
É engraçada a história
Do palhacinho zum-zum
Era um palhaço engraçado
Que só mexia o bumbum
Trá, Lá, Lá, Lá, Lá, Lá,
Trá, Lá, Lá, Lá, Lá, Lá,
Era um palhaço engraçado
Que só mexia o bumbum.



4. Malabarismo - Todas as crianças sentadas no chão em círculo, a professora distribui revistas onde os alunos irão fazer bolas de papel, após explicar que eles terão que jogar a bola para o alto e tentar pegá-la; jogar de uma mão, para a outra; jogar para o alto, bater palmas uma vez e pegar a bolinha. Assim sucessivamente fazer movimentos, malabarismos com a bola de papel.

0 comentários:

Postar um comentário

COMPARTILHAR

Postagens antigas

Ocorreu um erro neste gadget

Link-me 2

Link-Me


Em qual área da educação que você trabalha?

Prometo:

Prometo valer-me do conhecimento que me foi dado como instrumento de mudança e construção de um mundo onde o homem possa realizar-se com liberdade. Prometo, no exercício de minha profissão, enfrentar os desafios que a educação me propõe, com criatividade, perseverança e competência, buscando novos caminhos para o processo educacional. Prometo envolver-me com meus alunos no espaço que existe entre teorizar e viver a prática, porque acredito ser nesse espaço que educadores e educandos se encontram e se transformam mutuamente. Prometo não isolar no gabinete da Administração Escolar, mas dele partir para uma realidade mais abrangente, em que eu possa enxergar o homem no seu contexto social e político e que o meu trabalho na educação tenha um sentido justo, observando sempre os dispositivos legais e éticos da profissão.

 

Cantinho das Sugestões. Copyright © 2009 Cookiez is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template